Menu

Verdadeiramente Livres

“e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” – (João 8:32)

Se olharmos o contexto em que essa passagem está inserida, vemos que Jesus está se dirigindo a um grupo de fariseus, de estudiosos que haviam reconhecido nele o Messias. Eles eram homens que estudavam a Palavra todos os dias de maneira profunda, que conheciam os primeiros cinco livros da Bíblia de cor, que debatiam sobre os princípios contidos nesses livros todos os dias, o dia inteiro!

E aqui Jesus está dizendo: “Com a natureza pecaminosa, não adianta nada. Você tem que nascer de novo! É quando você recebe a Jesus genuinamente que a velha natureza, a natureza adâmica, que faz o homem pecador, é arrancada de dentro de você.”

Entenda que espiritualmente homem natural não é livre, porque nele habita a natureza pecaminosa, que é escrava do pecado. Não são os atos pecaminosos que fazem do homem um pecador, mas essa natureza que nele habita! E com essa natureza pecaminosa, não se pode nada. Mas quando essa natureza é removida pelo poder do sangue de Jesus, e em seu lugar é colocada a natureza do próprio Deus, o homem deixa de ser um pecador e passa a ser Filho de Deus, nascido de novo, nova criatura em Cristo Jesus. Ou seja, a verdadeira libertação do homem não é política, social ou econômica. A verdadeira libertação do homem é espiritual! E é a partir dessa libertação que o homem se torna livre também em outras áreas.

Veja também que nessa passagem Jesus utiliza o verbo “conhecer”, que na Bíblia, em especial no Antigo Testamento, denota intimidade. Qual é o grau máximo de intimidade entre um homem e uma mulher? É quando eles se conhecem fisicamente. Então quando Jesus diz “conhecereis a verdade…”, é como se ele estivesse dizendo que você vai casar com a verdade, ter um relacionamento tão íntimo que é impossível você conhecer e não andar na verdade.

Quando você conhece a verdade, você anda na verdade. E quando você anda na verdade, é porque você conhece a verdade.

Então é preciso confiar naquilo que a Bíblia diz, porque o que ela diz é a Palavra de Deus falando. A Bíblia é Deus falando conosco! Quando vemos o que a Bíblia diz, estamos vendo a verdade sendo dita para nós. Quando consultamos a Palavra, estamos vendo Jesus falando conosco face a face! Quando olhamos para a Palavra, estamos vendo a graça se manifestando e nos instruindo. Então é preciso dar crédito àquilo que a Bíblia nos diz.

Nós precisamos entender que, para sermos pessoas livres, precisamos colocar Jesus no centro da nossa vida. Jesus precisa ser o centro de todas as coisas, como a Bíblia diz que ele é. Não significa que você deve virar fanático e só ver Jesus, e só falar dele. Pelo contrário, quando você coloca Jesus no centro, é aí que chega a verdadeira liberdade, onde você não tem mais o aprisionamento de estar compromissado com a religião, onde você é livre! Agora Jesus não é mais alguma coisa ritualística, mas ele se torna vida, e vida abundante para você.