Menu

Livre para ser amado p.3

Amor que fortalece

Existe uma enorme diferença entre o amor natural, que é o amor humano, e o amor sobrenatural que é um amor divino, o amor de Deus. O amor humano natural é condicional sempre, ou seja, o objetivo final da pessoa que oferece esse amor é alcançar a sua própria felicidade. O amor divino ou sobrenatural é incondicional. O objetivo desse amor é se doar e se entregar pela felicidade do outro. É um amor dado independente da pessoa amada satisfazer as suas necessidades.

Infelizmente, a verdade é que o ser humano, em seu estado natural, jamais consegue dar aos outros o tipo e a quantidade de amor pelo qual ele próprio anseia. No final das contas nós somos todos iguais, tateando em busca de alguém que nos ame incondicionalmente. Você já imaginou ser amado por alguém que você pode aprontar o que você quiser? Fazer o que você quiser, falar o que você quiser, e essa pessoa continuará te abençoando, te dando dinheiro, roupa, o que você precisar?
Em termos naturais, o que nós queremos desesperadamente sermos amados dessa forma incondicional. Mas, paradoxalmente, nós somos incapazes de dar esse tipo de amor para os outros. Eu não estou dizendo que o amor humano é mentiroso ou falso. Nós somos sim capazes de nos doar com base em um amor verdadeiro, mas, naturalmente falando, não somos capazes de realmente amar de forma incondicional.

“Pastor, mas eu conheço muitas pessoas que se doaram!”

Há pouco tempo a Madre Teresa de Calcutá foi canonizada como santa. Acho que todos os jornais da televisão passaram reportagens sobre o fato dela ter sido canonizada, falando sobre a sua abnegação aos pobres na Índia, daquilo tudo que ela fez. Só não mostraram um outro lado, porque pouca gente sabe disso, mas no final da sua vida, antes de morrer a Madre Teresa deu uma declaração: “Durante esses anos todos que eu tenho feito tudo o que fiz, eu sempre senti no meu interior um grande vazio. Eu nunca percebi a presença de Deus, eu desconheço o que é a presença de Deus”.

Quando você faz pelos outros, como se fosse um amor incondicional, você se desgasta. No final de um tempo você fica cansado, desgastado, e sente um vazio imenso no seu interior. No entanto a Bíblia nos diz que quando amamos o próximo com o amor que Deus nos ama, ao invés de ficarmos desgastado, somos fortalecidos!

“Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.” (Isaías 40:31)

Como é que eu sou renovado enquanto me doo? Isso acontece quando me doo baseado não na minha força, no meu esforço, para provar alguma coisa para o pastor, para a igreja ou para Deus; mas quando o faço porque eu estou tão lotado do amor incondicional de Deus, que eu não tenho outra opção que não seja amar! Entenda que Deus não nos criou para amar, Ele nos criou para sermos amados! Ele não nos criou porque Ele precisava de nós ou porque estava carente. O Pai, o Filho e o Espírito Santo têm uma relação de amor perfeito entre si. Por isso Deus nunca precisou de nós para nada. Ele se ama de modo perfeito, por isso Ele não precisava nem de você e nem de mim, nem de anjo, nem de ninguém, porque em si mesmo, Deus é feliz. Cada elemento da Trindade ama o outro, de forma perfeita, plena e incondicional. Eles são absolutamente coerentes nesse amor mútuo que nutrem um pelo outro. E Deus nos criou para nós sermos amados por esse amor perfeito.

Todos nós necessitamos de alguém que nos ame radicalmente, incondicionalmente, somente por nós mesmos, independente da nossa beleza, da nossa simpatia, dos nossos dons, dos nossos talentos, da nossa personalidade, da nossa capacidade financeira, ou qualquer outro atributo a não ser o fato de existirmos. Se nós recebêssemos esse tipo de amor, isso nos deixaria tão seguros do nosso próprio valor, nos completaria de tal forma, que então seríamos capazes de dar aos outros um amor semelhante. O amor parcial não faria mais falta porque já teríamos um amor pleno e completo.

Só que a pergunta é: quem pode amar dessa forma sem exigir troca? Será que existe no planeta Terra alguém capacitado para isso? A verdade é que só Jesus pode nos amar dessa forma!

Há muitas pessoas na igreja que chegam ao ponto de dizer: “Não aguento mais, eu estou envolvido com trabalho social, é tanto problema, é tanta gente, é tanta necessidade, é tanta dificuldade, eu não estou aguentando mais!” É porque essa pessoa está fazendo isso na base do seu próprio esforço. Não é que o que ela está fazendo esteja errado ou ruim, mas o motivo pelo qual está fazendo é o modo que vai desgastá-la e que vai levá-la à morte, ao stress. Mas quando eu começo a ter revelação desse amor de Deus por mim, eu posso amá-lo de volta com o mesmo amor, não mais com o esforço, para tentar provar alguma coisa. E agora, quando eu me envolvo e trabalho, eu sou renovado e fortalecido!

*Veja a série completa em novaigreja.com/mensagens